Casos Verídicos

O cantor


A dona de uma escola de música que atuava como professora de teoria musical, ao ouvir um dos alunos tocando violino foi até a sala parabenizá-lo. Abriu a porta da sala olhou séria para a professora e para o menino:
- Muito bom! Estou gostando de ver!
A professora sorriu e a criança também, aos sete anos já estava tocando violino. A dona da escola prosseguiu:
- Você já é um músico!
O menino ficou feliz e como adorava cantar, acrescentou:
- Então sou um músico e cantor!
Com voz severa e categórica a dona da escola respondeu:
- Cantor não! Você não é um cantor!
O menino ficou desapontado, olhou para a professora e perguntou:
- Professora, eu não sou cantor?
A professora sorriu:
- Claro que é! Na sua idade você pode ser o que você quiser!
O menino voltou a sorrir.

A palavra do bom professor tem validade. Não seja um devorador de sonhos, seja um bom professor!