Casos Verídicos

Carneirinho

Em uma sala de 6º ano o aluno levantou a mão para esclarecer uma dúvida. E o professor respondeu:

- Fala “carneirinho”. – os alunos riram em coro.

Mesmo não gostando do apelido, o aluno prosseguiu com sua pergunta. Ao final da aula, dirigiu-se a mesa do professor e disse:

- Professor, eu não gostei de ser chamado de carneirinho. Gostaria que o senhor não fizesse mais isso.

Sem graça o professor pediu desculpas. Analisou a atitude do aluno e a sua postura. Levantou-se e esclareceu à sala que foi um erro ter dado apelido ao aluno. Felizmente a história acabou ali mesmo.

Quem reconhece o erro, evita uma provável avalanche.