Casos Verídicos

Descaso


Na sala do 3º ano, a professora reconheceu em seu aluno o descaso dos anos anteriores. O menino não sabia ler e mal escrevia o próprio nome. Chamou a mãe e pediu-lhe que voltasse o aluno para o 1º ano, pois ele não tinha condições de seguir o restante dos colegas, viraria piada e acabaria desistindo da escola. Naquele momento a mãe detestou a professora.
Alguns dias depois, uma estagiária de pedagogia foi cumprir seu estágio de observação. A professora cuidadosamente contou-lhe o caso e a moça passou a dedicar-se exclusivamente ao aluno. A mãe voltou à escola mais furiosa ainda:
- Disse que meu filho não tinha condições! Eu tenho visto o progresso dele nos últimos dias!
Calmamente a professora explicou:
- Sim, ele tem feito muito progresso. Pois uma estagiária de pedagogia ficou exclusivamente com ele. Mas o estágio acabou. Aqui eu não posso dar exclusividade nem a ele, nem a ninguém, pois em minha sala tenho mais 37 alunos. E o que a estagiária fez, foi ajudá-lo em suas limitações. Um acompanhamento que se a senhora tivesse feito desde o 1º ano, certamente ele chegaria aqui muito melhor.
A mãe reconheceu que falhou e que a progressão continuada mais prejudicou que ajudou. O aluno retornou ao 1º ano.
Essa professora tem o meu respeito, pois enxergou além da carteira.